PAC para as regiões norte, nordeste e centro-oeste do Brasil

4 11 2010

Ontem li no site da UOL um destaque que falava da Mayara Petruso e sua xenofobia contra os nordestinos, daí fui tuitar que eu acho que esse rebuliço todo é uma perda de tempo e teve gente que disse que racismo é crime e precisa ser combatido como os outros tantos crimes que existem por aí. Sim, racismo é crime, mas não para causar tanto rebuliço pela internet e mídias.

Racismo e xenofobia acontecem todos os dias e em todos os lugares, na internet, nas ruas do centro, no ônibus, no metrô, nos mercados, nas ruas, em todos os lugares. O que eu acho uma burrice foi a menina falar o que ela pensa como se estivesse certa, divulgar em twitter aberto e em redes sociais que se disseminam de maneira rápida, ou seja, ela quis ser ouvida e conseguiu. Mas, para punir o racismo e a xenofobia dentre várias classes e raças dentro do Brasil não basta prender a pessoa, fazer isso virar manchete ou demiti-la, isso só vai causar mais ódio dela em relação a quem ela tem o preconceito.

 

Em um dos comentários a favor do que a Petruso escreveu uma pessoa denominada “Paulistana com orgulho” disse que o centro de São Paulo é feio porquê está cheio de gente mal educada vinda do nordeste, os culpa por sujar as vias e poluir as ruas com comércio ilegal. Só que as pessoas não param para pensar no por quê tudo isso acontece, limpar as vias é uma responsabilidade da prefeitura, assim como fiscalizar o comércio ilegal e colocar maior rigor na migração de pessoas entre estados e cidades. Muita gente vem de todos os lugares do Brasil para o sudeste em busca de boas oportunidades, porque eles querem sim trabalhar, mas nenhuma região é tão desenvolvida e próspera como a região sudeste. A quem devemos culpar? O governo. O povo do norte e do nordeste vota em quem acredita que possa fazer a diferença, para que eles não precisem sair de onde vivem em busca de melhores condições. Vira e mexe no programa do Gugu ou do Celso Portioli vemos famílias de migrantes que vieram para cá, viram que não há oportunidade para todos e não conseguem voltar porque não tem dinheiro, resultado: acabam passando fome, ficam sem trabalho e sem lugar para morar.

Outros comentaram que os nordestinos vêm para cá para virarem empregados da gente, e que mal há nisso? Pelo menos conseguiram emprego e querem trabalhar, nenhum deles sai de perto da família, da terra de onde nasceram para fazer nada aqui. Tiram nossos empregos? Não acho. A maioria fica com empregos que não exigem muita formação, ou que é algo mais operacional, e duvido que haja paulistano de classe média que vai querer essas vagas.

No meu ponto de vista a gente deveria incluir na educação de base a disciplina da cidadania, que ensina a conviver em sociedade, a respeitar leis e direitos e principalmente educação, isso reduziria o índice de racismo e xenofobia (que inclui raças, classes, machismo, dentre outras várias formas em que isso se dissemina). Depois, deveria fazer um PAC da região do nordeste, norte e centro-oeste para gerar mais empregos e qualidade de vida para que não houvesse tanta migração de pessoas, e assim o país como um todo se desenvolvesse. Sabemos que de certa forma o governo quer que os pobres continuem pobres para prometer pouca coisa e ganhar votos, mas eu sei que existem pessoas como eu que acreditam no país e que vão conseguir fazer a diferença.

Anúncios