Você é aquilo que você ouve?

3 10 2011

Acho que uma das perguntas que eu mais detesto responder é: – Que tipo de música você ouve? Não porque eu não goste de alguma coisa decente e tenha vergonha de responder, mas é que já passou da época da minha vida em que o que eu ouvia fazia meu estilo de ser, acho que adolescentes buscam identidade naquilo que ouvem, em alguns casos acredito que dá tão certo que a pessoa continua com aquilo até morrer.

Mas, ao contrário de ser aquilo que você come, eu não sou aquilo que eu escuto, porque eu ouço tanta coisa, desde o pop mais chiclete até o heavy metal mais pesado, porque isso depende do meu estado de espírito, e não exatamente daquilo que sou. Com a última edição do Rock in Rio pude sentir isso de uma forma mais concreta, pois veja que eu assitiria o show da Katy Perry, Shakira, Motorhead, Metallica, Slipknot, System of a Down, Cold Play, Maroon Five, Guns & Roses e até Britney Spears se ela viesse, e se alguém pegar meu ipod vai ver que não é mentira, mas agora imagina se eu me vestir como a Katy Perry, usar máscara como os caras do Slipknot, dançar que nem a Shakira pela rua e ligar para meus amigos gritando que nem o System of a Down?

Chris Martin arrasa no palco

Muita gente diz que é eclético, acho que como a Juliana Paes disse ao Multishow isso virou moda, mas o fato é que a gente precisa estar aberto a sons e ritmos novos, e ir colocando na playlist aquilo que faz com que a gente se sinta bem sem se importar com o que os outros vão pensar de você.

Sobre o Rock in Rio eu não pude nem pensar em ir desde o começo, estou sem job desde Abril e qualquer gasto a mais me faz virar nos 30, mas confesso que vibrei muito com o show do Cold Play, e espero ter grana e emprego da próxima vez que eles vierem, o Chris Martin anima muito em cima do palco e as músicas deles são sensacionais. Adoro uma banda britânica hahaha.

E vocês, são do tipo que vão viver um estilo de música, ou preferem achar o que vocês são e ouvir tudo aquilo que gostam??

Essa dança muito.

Anúncios

Ações

Information

One response

3 10 2011
ogasdacoca

É bem como vc descreveu, na adolescência procuramos uma identidade e algumas pessoas nem saem da adolescência vamos convir né? ehehehhee pq quando amadurecemos, crescemos..aprendemos o que é bom ou ruim… assim também aprendemos a selecionar música boa de música ruim e em todos os estilos há músicas boas e músicas ruins.
Um abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s