Por dentro do futebol… americano (Guia para namoradas)

20 01 2011

Vamos abrir o ano no blog falando sobre coisas novas, pelo menos para mim e recentemente para o Brasil, que oficializou a associação de futebol americano brasileiro no ano passado. Mas, como assim eu vim parar em futebol americano? Pois é, influências do namorado parte II. Em algumas noites de sábado, outras tardes de domingo (pelo fuso, porque lá é Sunday Night Football) e no Monday Night Football (literalmente noite de segunda do futebol) muitos brasileiros têm acompanhado a liga nacional de futebol americano que passa na TV paga, e conhecida como NFL.

Eu só conhecia o esporte através de filmes americanos, e sempre naqueles momentos decisivos onde faltava aquele “touchdown” ou o ponto extra do chute para decidir o jogo, aliás, a maioria das pessoas só deve saber isso quando se fala em futebol americano, um bando de trogloditas que se empurram e pulam um em cima do outro por causa de uma bola em formato de amedoim (visão da maioria das mulheres que acompanham os jogos no começo).

No entanto, depois que a gente começa a entender as regras, o jogo começa a ficar interessant

Campo de Futebol Americano

e e em muitas vezes emocionante. O objetivo dojogo em si é simples, o campo é composto de 120 jardas de comprimento, a linha de gol

fica a 10 jardas da linha final do campo de cada time, fazendo a meta para alcançar o touchdown ser de 100 jardas para cada time, os times em campo precisam avançar a maior quantidade de jardas para conseguir levar a bola até a endzone, onde é marcado o touchdown. No final do campo também há uma trave em formato de Y, e que após o touchdown dá a chance à equipe de conseguir mais um ponto tentando um extra point, e ainda há a opção, além do extra point, de se fazer dois pontos tentando um minitouchdown. A equipe que somar mais pontos (touchdown, field goal ou safety) ganha a partida.

Já o tempo é composto teoricamente de 60 minutos, dividido em duas partes que são separadas por um intervalo, e dentro dessas duas partes, mais duas partes, ou seja, quatro quartos de tempo (15 minutos cada) há mudança de campo ao fim dos quartos ímpares. Para iniciar a partida, cada meio jogo e o jogo após um Field goal (o chute que a equipe tenta, quando não consegue chegar perto o bastante para se fazer um touchdown, e que se acertar, vale 3 pontos), é dado o chute inicial, ou kickoff, onde um jogador segura a bola no chão e o chutador lança a bola com um chute o mais longe que puder (mínimo de 10 jardas) para ajudar o time a avançar em direção à endzone. Em relação às jogadas, o jogo é feito de táticas e muita estratégia, visto que o time é composto de até 53 jogadores que combinados entre si dividem posições e treinam diferentes jogadas.

As principais posições são:

Quarter Back (ataque): O cara mais importante do jogo é ele quem decide para quem deve lançar a bola (ou às vezes é ele mesmo quem vai adiante na jogada) – no caso ele é tão importante que se ele joga a bola para o Chico (exemplo), e o Chico faz o touchdown, o touchdown não foi do Chico e sim do quarterback, quando meu namorado me explicou isso fiquei revoltada.

Wide-receivers (recebedores): esses tentam adentrar pela defesa do time oposto, e quando conseguem ficar livres, são um dos alvos dos passes dos QB.

Tigh- End (recebedores): ele ajuda a empurrar para garantir a defesa, mas quando fica livre também serve como alvo de passes.

Half-back  e Full-back (running backs): recebem a bola do QB e correm para a endzone.

Center, Guard e Offensive tackle (defense): ficam na linha e realizam a defesa, basicamente (tem uma explicação para cada um, mas garanto que a jogada é tão rápida que vocês não vão conseguir distinguir todo mundo na linha).

A cada tentativa para avançar as jardas cada time conta com 11 jogadores em campo, e em cada jogada eles trocam a linha de defesa, e os jogadores que  farão parte da tática, por isso vemos vários caras ao lado do campo com microfones e uma folha com as jogadas, que são os coordenadores, assistentes e head coachs que coordenam os times. Acho que é basicamente isso o início para acompanhar os jogos, ainda faltam regras, penalidades, mas é questão de acompanhar mais, é nessa hora que a gente tem que prestar atenção. Infelizmente os jogos não passam na TV aberta, mas quem tem TV a cabo pode acompanhar pelo BandSports ou ESPN, e tem outros meios que em comunidades de Orkut sobre futebol americano eles explicam como faz, risos.

Os últimos campeões desde 2005 são: Pittsburgh Steelers (2005 e 2008), Indianapolis Colts (2006), New York Giants (2007), New Orleans Saints (2009) e estamos aguardando a decisão de 2010 =)

Eu deveria estar torcendo para o Vikings, mas como meu namorado disse eles não tem mais chances, então resta acompanhar as finais, e ver

Vikings

quem se sai melhor. Aliás, isso é outra coisas para um segundo post, entender como funciona a classificação da NFL, e falar também da liga universitária.

Aqui no Brasil, o esporte anda ganhando força, e até times de futebol brasileiro tem times de futebol americano, como o Corinthians Steamrollers, o Santos Tsunami e outras ligas menores que acontecem pelo país, como o que eu conheci recentemente que fazem parte do Caipira Bowl, incluindo o recém convidado Taubaté Big Donkeys (para esse eu realmente preciso torcer).

Depois faço a parte II do Futebol Americano – Guia para namoradas, se alguém ler o post e tiver sugestões e contribuições, fiquem à vontade.

Tem um blog que sempre acompanha os jogos, e é bom dar uma olhada também:

http://diarionfl.com/

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s