Screamin’ and shout

3 08 2009

Lá vou seguindo a linha dos posts subjetivos e apelando para uma chamada popular (pelo menos entre as pessoas que assistiram o filme “Curtindo a vida adoidado”).

Estou passando por um momento extremamente delicado na minha vida, aquela coisa que você quer fazer dar uma reviravolta mas que ainda não pode, porque no fim você ainda precisa terminar de trilhar um caminho para poder dar o passo que quiser na vida. Fazer o que quiser da vida… caramba, como isso assusta.

Uns defendem uma vida cheia de planos, com saídas A, B, C… outros, dizem que se você quer aquilo, deve correr atrás e ligar o fod*-se. Eu não sei o que eu quero na maioria das vezes, traço planos, mas sempre para alguns meses, nunca para a vida toda. Mas, já notei que vira e mexe eu mudo o meu foco, e sempre aparece um caminho diferente.

Colocar-me no lugar de outras pessoas me faz ver como é a minha vida, as vezes ela é melhor, as vezes ela é pior… mas, de qualquer forma, é a minha vidinha de 23 anos, de uma universitária do quarto ano que não vê a hora de se formar (e tem que ouvir de muitos que vou sentir falta disso) e poder dizer se quer ir ao Pólo Norte, se quer virar uma Super Model, se deseja mudar de rumo e sair pelo mundo fazendo caridade, ou me focar num emprego que me dê muito dinheiro mas não me traga nenhuma vontade de estar nele. E também posso ser otimista e pensar que eu não preciso pensar nisso agora.

O problema é quando alguém que eu gosto muito precisa, e isso de uma forma ou outra muda minha vida. Muda porque eu não quero que ela vá embora e me deixe aqui na minha vida pacata, enquanto ela se aventura pela megalópe estrangeira, muda porque gosto tanto dessa pessoa que mudaria meus planos por ela. Muda, porque de certa forma eu a achei no mundo, e por mais brigas e reconciliações, defeitinhos que sejam, eu a acho perfeita para mim. Talvez também mude porque eu nunca senti essa vontade de querer o bem de alguém acima de tudo, alguém que não fosse da minha família.

Sabe o que é, nos dias de hoje, querer tanto uma saída que resolva tudo de forma prática, sem mágoas de nenhum lado e que me garanta que vamos rir disso depois? Acho que é isso que eu quero… além de querer saber porque as pessoas se tornam tão importantes em nossa vida.

Ultimamente tenho gostado de dormir, porque quando faço isso esqueço das coisas que andam acontecendo e de minha impotência diante dos fatos, quando alguma coisa vem do nada e de forma confiante faz-me dizer a mim mesma: – Uma saída há de aparecer, quando todos estiverem com a cabeça no lugar.

Vocês já tentaram colocar a cabeça no lugar? Sabem o que é estar sozinho e ter medo de seus próprios pensamentos? Isso se chama nóia hahahah

O que sei é que estou disposta a ter rumos que nunca imaginei para agora na minha vida, primeiro porque preciso arriscar mais e de qualquer forma os atos viram experiências, e que pela primeira vez na vida não tenho medo de arriscar, se quem eu quero estiver do meu lado.

Post totalmente subjetivo, parecendo um capítulo de um diário, mas é que no meu diário já não há mais folhas e eu trouxe um pouco da raíz de um blog.

Comentários como: viva um dia de cada vez, tome cuidado com seus atos, não faça merd*, serão lidos, mas não surtirão qualquer efeito.

Anúncios

Ações

Information

3 responses

4 08 2009
Pensadora Compulsiva

Oi!!!
Tem selinho pra vc no meu blog.
Da uma passada por lá pra pegar.
Adoro su blog

bjox

5 08 2009
sil

Hey beuty,

Used to…this is the life….
Alguns dias são bons, outros ruins, outros piores, e outros são o máximo.Não tenha medo.É só seguir que as coisas vão pro lugar delas.
Bjo

sil

7 08 2009
Elton

Como diria o tio Carlos, vai, minha filha, vai ser gauche na vida!
Corre, usa os remos pra fugir das pedras, não tem medo das correntezas…
E voa. voa alto…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s