Tempo tempo mano velho…

3 10 2008

Ok, de fato me ausentei um pouco daqui, porém, não por culpa inteiramente minha, mas da vida atribulada acadêmica, e mais outros acontecimentos que me tomam o tempo (bons e não tão bons).
Aliás, tempo… a coisa mais preciosa da vida, porque a vida nada mais é que tempo! não? Enfim, devaneios… estive sem tema para construir um post bacana, e resolvi dar uma lida em tudo que já escrevi por aqui, pensei até em resgatar um dos posts antigos de um blog construído aos 16 anos, que faz um longo tempo. Opa! tempo de novo!

Que seja, um assunto abstrato mas, que é sempre presente na vida de todos, que faz falta, que traz recordações, que tem que passar rápido para ver alguém especial, ou para acabar com uma aula chata… aquele dia de trabalho que não passa; tempo aquele que devia ser paralisado no devido momento, que deveria poder ir e voltar para reparar erros. Tempo.

Os antigos para explicar essa variável montaram durante a história lendas, mitos… a mais conhecida delas é a lenda grega de Chronos, pai de Zeus. Sim, aquela em que Chronos devorava todos seu filhos para que não fosse nunca derrotado, até que sua mulher Rhéa dá uma de esperta e salva Zeus que, tcharã, derrota o pai e com ajuda de Hades (o de baixo) e Poseidon (o do mar) partilham a terra em que vivemos até hoje. Não necessariamente com essas palavras e nem tão rápido assim, mas foi.

Interessante como de um tempo posso extrair vários outros, e mais legal ainda é saber que você leitor começa a fazer links de outras lembranças pessoais, fatos históricos…. tipo um brainstorming, e lá se vai mais uma idéia.

Como em todo post, sempre deixo uma opção de site para desenvolver mais o

Pça do relógio

Praça do relógio

assunto, ou então o assunto se desenvolve por si só e vocês mesmos vão em busca de outros links, só até aqui eu pensei em mais lendas, em comprar um relógio novo, em ler a pilha de textos atrasados de literatura portuguesa e em como não fazer você desprender a atenção do texto.

Fato que hoje estou mais preocupada com o leitor, influências machadianas =)

Links de hoje:
Histórias de pessoas: Museu da pessoa
Relógio novo: Swatch (ou vai na 25 de março mesmo)
Lendas e mitos: google galera! ou então biblioteca ( a quanto tempo você não aloca um livro?)

Promessa de próximo post: ainda devo uma entrevista com uma escritora! vide link: El rite pra mim

Anúncios

Ações

Information

2 responses

5 10 2008
Bonie

Nossa, segundo post de blog com o mesmo título que eu leio no mesmo dia O.o

E o tempo devia ser flexível. A gente devia poder esticá-lo quando quisesse e fazê-lo passar mais rápido. Além de fazê-lo voltar pra mudar alguma coisa de que não gostamos.

Apoiado!

=*

16 10 2008
sil

Hey beauty,

O tempo me consome como uma fera faminta, então enganei ele um pouco e parei pra ler seu texto.Está muito legal.
Sinto saudade, mas o tempo não pára, não pára, não, não pára… e lá vou eu de novo atrazada.

bjs

sil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s